A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou na segunda-feira (30) o iPad. Com isso, a versão com conexão 3G do tablet da Apple tem a sua venda liberada em território nacional, embora a empresa ainda não confirme a data oficial de lançamento do produto no Brasil.

O modelo do iPad que teve a comercialização autorizada no Brasil é o com conexão 3G e Wi-Fi, que, nos Estados Unidos, custa US$ 630 (modelo com 16 GB de memória). A versão apenas com conexão Wi-Fi, mais barata (US$ 500), ainda não foi homologada. O registro do tablet é o de número 1352101993 e pode ser consultado no site da Anatel.

O lançamento do iPad no Brasil será feito por meio de operadoras de celular, diferentemente do que acontece nos Estados Unidos onde ele é vendido nas lojas oficiais da Apple tanto no modelo com conexão à internet via rede Wi-Fi quanto no sistema ligado via sistema de dados 3G, por rede de telefonia celular. Para utilizar o modelo que se conecta a internet por meio de telefonia, o usuário precisa comprar um chip 3G e pagar por um pacote de dados com uma operadora. Funciona com qualquer operadora. A Claro divulgou que lançará o iPad em outubro, mas não informou data de lançamento e o preço do aparelho.

O aparelho foi lançado no mercado norte-americano no dia 3 de abril e vendeu mais de 1 milhão de unidades em 28 dias. Em 80 dias, o produto atingiu a marca de 3 milhões de unidades. Atualmente ele é vendido nas lojas da Apple na Austrália, França, Canadá, Alemanha, Itália, Japão, Espanha, Suíça e Reino Unido.

O modelo com conexão Wi-Fi do iPad custa, nos Estados Unidos, US$ 500 (16 GB), US$ 600 (32 GB) e US$ 700 (64 GB). Com conexão 3G, o preço salta para US$ 630 (16 GB), US$ 730 (32 GB) e US$ 830 (64 GB).

via: G1